Notícia

01/10/2019
CPLP apoia «1º Congresso Internacional de Rádios Lusófonas» Voltar atrás
CPLP apoia «1º Congresso Internacional de Rádios Lusófonas»
Nota informativa

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) concedeu apoio institucional ao “1º Congresso Internacional de Rádios Lusófonas”, organizado pela Associação de Rádios de Inspiração Cristã (ARIC), previsto para os dias 1, 2 e 3 de novembro de 2019, em Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, nos Açores.

Conforme comunicado da organização:

"Esta é uma iniciativa que pretende reunir num local de acesso estratégico, os mais importantes agentes do sector da radiodifusão da atualidade, com especial atenção, para a Rádio feita por, e dirigida à Comunidade Lusófona.

Estratégico porque, a língua portuguesa tanto é ouvida e falada na Europa, como em África; nas Américas (Brasil, EUA; Canadá), como em Macau; em Timor ou na Austrália.

Se o berço da Comunidade Lusófona é a Língua Portuguesa, é necessário dar uma maior importância ao principal meio de comunicação que nos une através da língua, que é precisamente a Rádio. Sobre a Rádio em português ir-se-á falar, debater ideias, conhecer realidades e principalmente comunicar. Criar pontes entre os diferentes lugares do mundo, mas onde se ouve, se fala e também se escreve em português, é pois um objetivo muito claro para a organização deste 1º Congresso.

O Congresso é uma organização da ARIC – Associação de Rádios e conta com os seguintes parceiros institucionais: Governo dos Açores, Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Câmara Municipal de Angra do Heroísmo e Vox – Associação Mundial das Rádios de Inspiração Cristã de Expressão Portuguesa.”

 

Mais informação

Programa
Acompanhe nas redes sociais

Publicado a 1/10/2019
Voltar atrás
 
Boletim Electrónico
Subscreva newsletter
Preencher os campos obrigatorios *
Preencher os campos obrigatorios * Preencher os campos obrigatorios *

Iniciativas

Apoios

 

Acompanhe

 
Este site utiliza cookies, para uma melhor navegação. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.